Casa 333

Arquitetos Carlos Alberto Maciel
Colaboração Felipe Franco e Gabriel Nardelli
Local Belo Horizonte, MG, Brasil
Projeto 2014

A Casa 333 se define a partir das seguintes premissas: 1 – flexibilidade e adaptabilidade 2 – crescimento 3 – conectividade e agregação em conjuntos 4 – construção a seco A construção proposta para a Casa 333 pressupõe a máxima racionalidade, adotando sistemas de construção a seco por permitirem a redução de tempo e de geração de resíduos, bem como o uso intensivo de materiais e sistemas da indústria mineira. Ao considerar a industrialização total, permite-se especular sobre a criação de um sistema construtivo que poderia ser produzido industrialmente e comercializado sob demanda.  A Casa 333 apresenta-se como um protótipo de uma pequena infraestrutura, por princípio inacabada, ou, em outras palavras, como uma célula inicial, um piso iluminado e equipado com alto potencial de crescimento, replicação e transformação para acolher o imprevisível e gerar cidades mais qualificadas, mais humanas.