Teatro Laboratório UNICAMP

Arquitetos Anna Helena Villela, Alexandre Mirandez, César Shundi Iwamizu, Eduardo Ferroni, José Paulo Gouvêa, Leonardo Sette, Maria Julia Herklotz, Pablo Hereñú, Cardoso, Paula Zasnicoff Cardoso e Ricardo Bellio
Local Campinas, SP, Brasil
Projeto 2002

O projeto para o Teatro Laboratório de Artes Cênicas e Corporais da Unicamp parte da ideia de tratar os diversos departamentos como elementos constituintes de uma única escola, lugar de encontro e troca, espaço que concentra os diferentes usos sem interferir nas necessidades específicas de cada departamento. A partir dessa ideia, o programa da escola se desdobra em três edifícios que organizam um pátio, espaço aberto ligeiramente rebaixado que articula todas as funções da escola, mas que também assume a dimensão pública requisitada pelo Teatro. Em nível com o piso desse pátio (97.00) desenvolvem-se os programas de interface mais pública da escola: secretarias, descanso, convívio, biblioteca e foyer/café do teatro. As aulas práticas e teóricas foram agrupadas em dois pavimentos buscando organizar os pés-direitos solicitados e concentrou-se a circulação de alunos em um único nível (100.00). Ao resolver as escadas de acesso ao pavimento superior no espaço transversal entre salas eliminou-se a necessidade de uma outra circulação longitudinal, liberando as duas fachadas das salas superiores para o melhor desfrute da paisagem e das condições de iluminação e ventilação naturais. O programa do teatro laboratório se organiza em duas partes claramente distintas, embora configure um volume único. Uma torre de cinco níveis que abriga oficinas e serviços de apoio é acoplada à caixa cênica, espaço único com pé-direito total que proporciona flexibilidade na disposição da platéia não só no nível do palco, mas também na vertical, acomodando o público nos passadiços superiores. Esse arranjo sugere apropriações inesperadas ao possibilitar a abertura da caixa cênica para o exterior, dispondo em nível o pátio, o foyer, a rua e o palco. A resolução das estruturas do conjunto em aço e painéis de laje e vedação pré – fabricados em concreto, parte da ideia de uma construção racionalizada e rápida em resposta às necessidades da instituição.